Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

Apoio on-line

Gostava de pedir bibliografia sobre as NEE. Sou estudante da Universidade de Évora e estou muito interessada neste tema. Agradeço a disponibilidade. Ana Sofia

 

É sempre positivo verificar que a deficiência e as necessidades educativas especiais, são um assunto de interesse no universo dos estudantes do ensino superior. Em baixo segue alguma bibliografia de interesse. Porém, existe bastante bibliografia nas bibliotecas universitárias, tente procurar online e vai ver que há um mundo de informação sobre as diversas temáticas no âmbito das NEE. Bom trabalho e espero que estas referências a ajudem !

Andrada , M. (1997). Paralisia cerebral: o estado da arte no diagnóstico e intervenção. Revista de Medicina Física e Reabilitação, 5

Andrada , M. & Oliveira, M. (1970). Perturbações de linguagem nas crianças com paralisia cerebral. Revista Portuguesa de Deficiencia Mental, 1

Coelho, L. e Coelho, R. (2001). Impacto psicossocial da deficiência mental. Revista Portuguesa de Psicossomática, nº 001, vol.3, Porto.

Geralis, E. (2007). Crianças com Paralisia Cerebral – Guia para Pais e Educadores. Artmed, Porto Alegre.

R. Bautista (Ed.), Necessidades educativas especiais. Lisboa: Dinalivro,

Heidrich, R. O. e Santarosa, L., (2003). Novas tecnologias como apoio ao processo de inclusão escolar.

Oliveira, A. et al. (2004), A tecnologia e o desenvolvimento cognitivo da criança com paralisia cerebral.
Oliveira, C. (1998), Processos e estratégias cognitivas em alunos com atraso mental. Tese de Mestrado.

Pereira, F. (1998), Da Escola para alguns a uma Escola para Todos, in Boletim Apoios Educativos, nº1 – DEB – Ministério da Educação, Lisboa.

Santos, A. e Sanches, I. (2004). Práticas de Educação Inclusiva: Aprender a incluir a criança com paralisia cerebral e sem comunicação verbal no jardim de infância.

Vieira, F. e Pereira, M. (2007). Se houvera quem me ensinara… - A educação de pessoas com deficiência mental, 3ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian

Bom trabalho e bom ano!


 

Plano de formação 2009

JANEIRO

Dia 10

"A educação sexual na diferença"

Dia 17

"A deficiência mental: níveis e tipos"

Dia 24

"PCT vs adaptações curriculares"

Dia 31

"A intervenção em alunos com x-frágil"

Para mais informações contacte:

edif@sapo.pt

 


 

JORNAL OFICIAL 2009

A apie disponibiliza a todos os interessados o

Jornal Oficial 2009

que contém:

Plano de acções de formação (de Janeiro a Junho de 2009);

Materiais disponíveis (sebentas e jogos pedagógicos);

Informações acerca do GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção.

 

Peça-o através de:

edif@sapo.pt

 


 

Sugestão

Tenho 4 anos e preciso muito da tua AJUDA para ser mais feliz.

Sou uma menina muito esperta mas como nasci muito pequenina, com 29 semanas de gestação, sofri uma Paralisia Cerebral que me impede de andar e correr como os outros meninos.

Comecei recentemente os meus tratamentos em Cuba, onde me deram muitas esperanças de conseguir andar sozinha. Os Srs. Doutores de Cuba usam métodos e terapias muito mais eficientes e avançados que os nossos.
Infelizmente, o nosso sistema de saúde não comparticipa de maneira
nenhuma estes tratamentos e tem que ser a minha família a pagar tudo.

Os meus tratamentos estão a ser feitos em ciclos. Cada um dos ciclos custa aproximadamente 12.000 Euros (excepto o primeiro que foi mais caro).
Não sei ao certo quantos ciclos necessito...nem de quanto dinheiro no total, embora os Doutores digam que o meu tratamento vai ser longo.

Não é fácil para a minha família e por isso vos peço que, se tiverem
possibilidades, me ajudem.

Todos os donativos e ideias são bem-vindos!

 

http://www.carolinalucas.com/