Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Divulgação

Sou estudante finalista do mestrado integrado em Psicologia Clínica e frequento o curso de Língua Gestual Portuguesa. A minha tese irá focar-se numa amostra de pais ouvintes com filhos surdos, que frequentem os 1º e 2º ciclos, com o intuito de analisar a qualidade de vida destes pais, bem como a ansiedade, depressão e stress. Para tal, serão aplicados dois instrumentos de preenchimento rápido.

Gostaria de saber se me poderá auxiliar nesta recolha de dados, no sentido de me colocar em contactos com sujeitos que possuam as características necessárias para a minha amostra. Poderei enviar os questionários e responder a todas as questões necessárias.

Contacto:

taveira.carolina@gmail.com

 


 

Divulgação

Vivo nos arredores de Lisboa e sou pai de uma menina, agora com 7 anos, que é portadora da doença de TARGARDT (degeneração da mácula), o que faz com que perca a visão central ), doença essa que é actualmente incurável, mesmo no estrangeiro. Como não é fácil obter informações a nível nacional, resta-me a Internet para adquirir um conhecimento mais profundo que me ajude a lidar com esta doença, pois mesmo em Lisboa a única ajuda que me foi facultada foi de uma associação (mais concretamente a Associação de Retinopatias de Portugal), associação essa que também padece do problema de falta de apoio, pois é uma entidade privada. O grande objectivo deste mail é tentar arranjar maneira de contactar pessoalmente, familiares ou amigos dessas pessoas que sofram da mesma ou semelhante doença, para fazer um rastreio, com um único pensamento: - Difundir e trocar informações acerca desta doença. POR FAVOR divulguem este mail pelos vossos contactos e/ou se tiverem conhecimento pessoal de um caso semelhante, agradecia que me contactassem:

mailto:rgoncalves@creditoagricola.pt

MUITO E MUITO OBRIGADO

Rui Gonçalves

Divulgação

 

 

Já está no ar o novo site do Centro ABCREAL PORTUGAL!

 

Venha visitar-nos em www.abcrealportugal.org

 

e falar connosco no nosso Forum!

 

 

É imprescindível que os pais de crianças e jovens autistas saibam que existe o ABA, o método de intervenção no Autismo que apresenta maior índice de Sucesso, como é confirmado pela

Comunidade Científica Internacional.

 

É preciso Conhecer para Escolher!

Albertina Marçal



 

Divulgação

MARÇO 2009

Dia 7
“Equoterapia como Terapia Alternativa”
Um método terapêutico alternativo que revela a importância da interacção entre o cavalo e o
homem.

Dia 14
“A inclusão de alunos com necessidades educativas
especiais”

De acordo com o novo enquadramento legal

Dia 21
“Autismo – Perda de contacto com a realidade
exterior”

Dia 28
"A intervenção em alunos com sindrome de lowe"

Para mais informações contacte:

edif@sapo.pt

Apoio on-line

Eu sou estagiária de Educação de Infância e há alguns meses atrás trabalhei numa creche onde tinha uma criança com Paralisia Cerebral. No entanto, verifiquei que essa criança não era levada a participar nas actividades. Será que me podem dar alguma ajuda, em que medida posso intervir como futura educadora neste tipo de situação? Quais os recursos humanos e materiais mais adequados para trabalhar com crianças com este tipo de deficiência? Obrigado

 

As crianças/jovens com nee apresentam limitações que na maioria das vezes são vistas como uma barreira aos olhos dos outros. É necessária e urgente uma mudança da mentalidade social. Só com o esforço de todos os intervenientes será possível uma mudança de atitudes e consequente melhoria efectiva da qualidade de vida destas crianças e jovens com nee.

 

A Paralisia Cerebral é uma doença do foro neurológico que afecta as funções básicas do ser humano (fala, postura, movimento). A criança ou jovem com Paralisia Cerebral pode estar integrada no Ensino Regular ou Especial. Contudo, a criança/jovem deve beneficiar numa primeira instância de uma Estimulação Global e só posteriormente de uma Iniciação Académica. O trabalho realizado pelos técnicos (Professor, Educadora, Psicóloga, Terapeutas, etc.), assim como a inter-acção de todas as áreas acima mencionadas deverão procurar elevar o nível Cognitivo; Autonomia Pessoal e Social; Comunicação; Psicomotor; Sócio-Afectivo; assim como desenvolver a área Sensorial-Perceptiva. Infelizmente, ainda existem bastantes tabus em relação às pessoas com deficiência, geralmente devido à falta de convivência com situações reais. Existem vários tipos de paralisia cerebral, relacionados com a localização e a extensão da lesão no cérebro. Quando a lesão está localizada nas áreas que modificam ou regulam o movimento, a criança apresenta movimentos involuntários, que estão fora de seu controle e permanecem durante a fase de desenvolvimento e na idade adulta. Enfim, cabe-nos a nós: profissionais da saúde e da educação, em conjunto com encarregados de educação e órgãos competentes da sociedade, inverter a situação no que diz respeito às pessoas com deficiência. É necessária uma investigação constante, a partilha de informação, a formação continua, modificar e variar metodologias de trabalho, construir materiais, etc... Só assim teremos um desenvolvimento adequado  (destas crianças e jovens), assim como uma transição para a vida adulta justa e efectiva. Para facilitar a sua pesquisa de informação, deixamos em baixo alguns links de interesse:

 

http://edif.blogs.sapo.pt/10120.html

http://sacrocraniana.no.sapo.pt/paralisia.html

http://www.ajudas.com/infoLista.asp?catg=Paralisia%20cerebral

http://www.apc-coimbra.org.pt/

http://www.usp.br/agenciausp/repgs/2002/pags/137.htm

http://www.bengalalegal.com/paralisia.php

http://www.prof2000.pt/users/calado12/centropar.htm

http://www.appc.pt/

http://www.appcleiria.pt/

http://www.apcb.org.br/portal/

http://www.cm-odemira.pt/PT/Viver/Associativismo/AssociacaodeParalisiaCerebral/Paginas/default.aspx

http://www.fappc.pt/Federacao.htm

http://www.apcg.pt/

http://www.geocities.com/arpccraid/

http://www.paralisiacerebral.org/index.php?q=C/NEWSSHOW/83

http://intervox.nce.ufrj.br/microfenix/adap.htm

http://www.psicoway.com.br/queroquero/Fisioterapia.htm

http://200.18.6.3/reitoria/proped/Seminario18/18SIC/PDF/068_Maria_Cristina_da_Rosa_Fonseca_da_Silva.pdf

http://www.prac.ufpb.br/anais/Icbeu_anais/anais/saude/multidisciplinar.pdf

http://hasas-softwares.blogspot.com/

http://cctc.uminho.pt/publications/pub-2007-118

http://www.profala.com/avaliacaopc.htm

http://www.wgate.com.br/conteudo/medicinaesaude/fisioterapia/neuro/hidroterapia_espastica.htm

http://www.ande.org.br/

http://www.equoterapia.com.br/artigos/artigo-02.php

http://www.horseonline.com.br/equoterapiaremediocavalo.htm

http://www.eca.usp.br/njr/espiral/noosfera16.htm

http://www.portalfisioterapia.com.br/fisioterapia/principal/conteudo.asp?id=4620

http://www.profala.com/artpc3.htm

http://www.policlin.com.br/drpoli/130/

http://terapiadafala.blogspot.com/

http://www.dgidc.min-edu.pt/especial/DM_ligacoes.asp

http://partilha-entre-maes.blogspot.com/2008/11/tecnologias-de-apoio.html

http://ivivendoeaprendendo.blogspot.com/2008/09/incluso-paralisia-cerebral-uma-luz-no.html

http://www.defnet.org.br/

 

Bom trabalho!

 


 

 

 

Apoio on-line

Olá. Preciso da vossa ajuda. Sou educadora de infância e para a semana vou iniciar com um grupo de 2 anos com 8 crianças, mas uma delas é autista e outra com necessidades especiais. Precisava de ideias para actividades para estas crianças. OBRIGADO

 

Colega... Desde já BOA SORTE E BOM TRABALHO com os seus novos alunos. Tenho a certeza que será uma óptima experiência profissional e pessoal. A inclusão,  requer adaptações em níveis maiores ou menores ( adaptação parcial ou total) para adequar totalmente o processo pedagógico às capacidades dos alunos de toda a aula. A educação inclusiva surge como orientação a adoptar. Incluem-se todas os que pelas suas características e singularidades se tornam diferentes ou iguais aos outros, abarcando todas as características mais ou menos próximas da “norma” em determinado contexto. Defende-se, não o salientar da diferença mas a igualdade de direitos de cada um, criança, jovem ou adulto, com capacidades de aprendizagem próprias. A aprendizagem tem que deixar de ser vista como o acumular de conhecimentos e ser entendida como os processos de experimentação, de consideração, simbolização e de descoberta que cada um realiza face a uma situação. A escola é de todos e para todos, há que criar novas soluções reinventar a escola. A aprendizagem vai-se adaptar a cada criança e todos beneficiarão de um ensino mais centrado em cada um, em vez de desenhado para a maioria, como tradicionalmente acontecia. Os princípios básicos para a intervenção, fundamentam-se em detectar e intervir o mais cedo possível, ter um optimismo razoável, baseando-nos nas capacidades e recursos que a criança tem, oferecendo-lhe situações e experiências que permitam o seu desenvolvimento, gerar uma dinâmica de êxitos no trabalho a realizar, para que a criança se sinta capaz de vencer as dificuldades. O autismo é uma doença psiquiátrica rara e grave da infância – Síndrome de Kanner – autismo infantil – caracterizado por um desenvolvimento intelectual desequilibrado, afectando também a capacidade de socialização. Podemos também caracterizá-lo como uma anormalidade grave que se caracteriza por severos problemas ao nível da comunicação e do comportamento, e por uma grande incapacidade em relacionar-se com as pessoas de uma forma normal. É um distúrbio neurofisiológico e a sua causa é desconhecida. Alguns investigadores atribuem a alterações bioquímicas.

Enfim, muito mais há para dizer. Aqui fica alguma bibliografia acerca das nee:

Andrada , M. (1997). Paralisia cerebral: o estado da arte no diagnóstico e intervenção. Revista de Medicina Física e Reabilitação, 5

Andrada , M. & Oliveira, M. (1970). Perturbações de linguagem nas crianças com paralisia cerebral. Revista Portuguesa de Deficiencia Mental, 1

Coelho, L. e Coelho, R. (2001). Impacto psicossocial da deficiência mental. Revista Portuguesa de Psicossomática, nº 001, vol.3, Porto.

Geralis, E. (2007). Crianças com Paralisia Cerebral – Guia para Pais e Educadores. Artmed, Porto Alegre.

R. Bautista (Ed.), Necessidades educativas especiais. Lisboa: Dinalivro,

Heidrich, R. O. e Santarosa, L., (2003). Novas tecnologias como apoio ao processo de inclusão escolar.

Oliveira, A. et al. (2004), A tecnologia e o desenvolvimento cognitivo da criança com paralisia cerebral.
Oliveira, C. (1998), Processos e estratégias cognitivas em alunos com atraso mental. Tese de Mestrado.

Pereira, F. (1998), Da Escola para alguns a uma Escola para Todos, in Boletim Apoios Educativos, nº1 – DEB – Ministério da Educação, Lisboa.

Santos, A. e Sanches, I. (2004). Práticas de Educação Inclusiva: Aprender a incluir a criança com paralisia cerebral e sem comunicação verbal no jardim de infância.

Vieira, F. e Pereira, M. (2007). Se houvera quem me ensinara… - A educação de pessoas com deficiência mental, 3ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian

Em baixo deixamos alguns links com sugestões, artigos:

Aqui ficam alguns links de interesse (artigos e formas de intervenção):

http://edif.blogs.sapo.pt/28986.html

http://edif.blogs.sapo.pt/21274.html

http://edif.blogs.sapo.pt/21196.html

http://edif.blogs.sapo.pt/25876.html

http://edif.blogs.sapo.pt/25667.html

http://edif.blogs.sapo.pt/26174.html

http://edif.blogs.sapo.pt/26608.html

http://edif.blogs.sapo.pt/18025.html

http://edif.blogs.sapo.pt/9465.html

http://edif.blogs.sapo.pt/808.html

http://www.sitiodosmiudos.pt/sitio.asp

http://www.junior.te.pt/servlets/Jardim?P=Jogos

http://www.asolutionforyou.com/Parking%20Game/scoregame/Game.htm

http://www.coloring.com/pictures/choose.cdc

http://www.domingosnotransito.pt/domingos.htm

http://cantinhodateresa.no.sapo.pt/

http://mocho.pt/cab/

http://nonio.eses.pt/contos/andersen.htm

http://www.meddybemps.com/letterary/guide_and_archives.html

http://www.spotthedifference.com/

http://web.educom.pt/escolovar/mat_2operacoes_descobrre_10numeros.swf

http://jogoseducativos.jogosja.com/

http://www.noddy.com/funtime/index_pt.html

http://www.mathplayground.com/math_manipulatives.html

http://www.cercifaf.org.pt/mosaico.edu/ca/index_ca.htm

http://www.estadinho.com.br/index3.html

http://www.poissonrouge.com/

Bom Trabalho!