Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Apoio On-Line

Atraso Global de Desenvolvimento Psicomotor


Bom dia meu nome simone tenho um fiho com atraso global do desenvolvimento ele tem 14anos eu nao sei oque fazer pra ajuda ele /ele e muito fechado ;nao sabe ler estar no colegio normal andou com 1ano e 8meses nao toma remedio tenho laudo medico do instituto fernandes figueira me ajudi a ajudar meu fiho obrigodo

...

O meu filho, actualmente com 5 anos e meio, quando tinha 2 anos foi-lhe diagnosticado um atraso global de desenvolvimento. Continua sem diagnóstico. É uma criança alegre, bastante extrovertida, mas com algumas dificuldades ao nível cognitivo e também da motricidade, em especial a fina. Usufrui de apoio de Ensino Especial no colégio. Este ano, após avaliação pediátrica, ainda não aconselharam ingresso no 1.º ano e visto ele só fazer 6 anos em Novembro, nem teremos de pedir adiamento. Estou um bocado perdida no sentido em que fui informada por uma associação de apoio a crianças com deficiência, onde o meu filho provavelmente começará a usufruir de novas terapias, que em instituições privadas, a partir do 1.º ano, as crianças deixam de ter a educadora do Ensino Especial do Estado. Tinha planeado a manutenção do meu filho no colégio, mas sendo assim, estou a ponderar seriamente a sua transição para o público já neste último ano de pré-escola para ele se ir ambientando. Por outro lado, já me disseram que não é bem assim, que com estas limitações orçamentais do Estado, têm havido cortes a este nível de uma forma geral. Mas também já obtive opiniões bastantes positivas de mães de meninos em situações similares.

Desde já, muito obrigada! Bem hajam!

Melhores cumprimentos Berta Moreira

...

Bom dia, A minha filha tem 5 anos,e frequenta a pre escola normal. Durante cerca de 2 anos ela teve problemas de audiao,deixando mesmo de ouvir,o que veio a atrasar a fala ,a compreensao,enfim tudo.... O que eu queria saber é se existe algum tipo de acompanhamento especial na pré escola e como fazer para que ela possa usufruir desse apoio. Atenciosamente

...

Oi pessoal tenho um aluno com retardo global, com tre anos de idade ele fica na minha turminha que o infantil 3 gostaria de sa ber como trabalhar com ele.Manda para o emu e-mail alekdj297@gmail.com

...

Tenho a minha filha com uma história clínica muito parecida à tua; ao qual tb não me apresentam diagnóstico e eu não sei para onde me virar mais. A minha filha tá a fazer 3 anos, não fala praticamente nada, ainda não anda bem; tem dificuldades de preensão fina e grosseira, alteração de visão e cognição.

...

Boa noite andava a fazer pesquisa no google sobre o atraso psicomotor quando vi o vosso blog e penso que estão indicados para me responder a umas perguntas se fosse possivel tenho uma menina que completou 1 ano no dia 9 de Junho só ha pouco tempo começou a fazer força nas pernas e neste momento só se segura de pe agarada por nos debaixo dos braços se for só com os dedos ela cai logo , toda a gente diz que não é nada que ela tem tempo mas eu estou muito preocupada e que ela nasceu com 3 circulares e foi reanimada assim que soube disso fiquei em choque e sempre com medo de ela ter ficado com PC mas ela foi evoluindo bem sempre saudavel ainda esta a ser amamentada , mas este atraso a nivel das pernas esta me preocupar , qual a vosso opinião espero mais um tempo ??pode ser norma ?? ou pode ser mesmo um sintoma de PC mais ligeira ??? estou muito confusa e aflita por favor ajudem-me .
Desde ja muito obrigado

...

Olá, sou mãe de uma menina de 5 anos que apresenta atraso de desenvolvimento. Não fala palavra completa, a motricidade grosseira ,fina e cognição também estão comprometidas. Não sabe o nome, mas entende quando a chamamos. Fiz todos os exames genéticos e metabólicos e nenhum apresentou problemas. Os neurologistas disseram que não tem diagnóstico, mas não concordo.Alguém pode me ajudar? Conhecem um neuropediatra especialista no assunto? Agradeço.

...

Olá! Sou fonoaudiologa, tenho uma paciente de 3 anos, com atraso no desenvolvimento da linguagem, tem fala intelegivel,não tem capacidade para formar frases,nem mesmo curtas,não possui coordenação motora fina e nem grossa, anda sem equilibrio, possui face de caracteristica sindromica,a cabeça com tamanho desproporcional ao corpo,comporatamento irratativo,musculatura orofacial hipotonica, sem vedamento labial, com excesso de saliva. Solicitei dos pais que realizassem uma avaliação neurologica, mas os mesmos relataram que a mesma ja realizou exames ECG e RM que resultaram em dados normais,mas nunca apresentaram o exame para constatação,solicitei exame auditivo que ainda não foi realizado,não consigo realizar atividades completas com a paciente, a mesma não aceita, dificultando no processo terapeutico. Os pais parecem não aceitar que a criança possui alguma alteração, mas cobram resultado da terapia, porque são cobrados pela escolinha da paciente.Gostaria de obter orientações para o caso. Desde já agradeço!

...

ola,meu nome e jacqueline,sou mamae do jao gabriel que acabou de completar 3anos ,ele ao nascer teve varias complicaçoes:engoliu agua de parto teve que ser reanimado,hipoglicemia,ectericia,uns emangiomas no rosto,foi para genetica e nao ha nenhuma sindrome. aos 7meses começou a aprensentar convulçoes que esta sendo acompanhada pelo neuro que diz ser convulçoes febris comprovada por exames de eletroencefalograma,mas relata o atraso de desenvolvimento global sugerindo seçoes de terapia ocupacional,fonoaudiologia e piscopedagogia,ele so fala poucas coiisas nao formando frases,mas sentou e andou no tempo certo,compreende bem oque lhe e passado monstrando inteligencia.qual poderia ser exatamente o atraso dele.

...

tenho um aluno com atraso global hj ele tem 10 anos e permanece na 1º serie não tenho formação com alunos especiais mas n deixo de tentar aprender para ajudar o meu aluno, gostaria de informação de como posso proceder para poder ajudar ele foi transferido e faz 2 meses que esta na minha turma e gostaria de sua ajuda para que o mesmo n fique segregado a passar mais alguns anos na 1 º serie.

...

Olá meu nome é Sandra , tenho 3 filhos uma menina de 13 anos, um menino de 9 anos e o mais novo de 5 anos. Meu terceiro filho que nasceu segundo a pediatra que acomanhou meu parto "DEPRIMIDO", tive depresão na Gravidez pois não esperava um terceiro filho e ainda mais com o do meio com apenas 2 anos e meio e nas condições financeiras que estavamos passando , me levou a uma depresão. Tomei anti- depressivo fitoterapico não sei se isso influeciou em alguma coisa. Bom.. Hoje ele esta com 5 anos de idade, demorou para andar (1 ano e 8 meses) bem diferente dos meus dois filhos . E aos 4 anos só eu entendia o que ele queria dizer, hj aos 5 ele desenvolveu muito ja entendo tudo o que ele fala e coloca-lo em uma escolhinha ajudou bastante. Como mãe não "via" esta diferença , as pessoas que comentavam o jeito dele , não firmava a cabeça quando bebê, tinha um olhar vazio e distante, quando ele estava com 1 ano e 9 meses ele caiu de uma cama e em seguida teve uma convulsão(OBS: ele não teve convulsão e caiu), foi quando me indicaram passar em uma Neuropediatra que me acompanha ate hoje, conclusão dos exames feito, ele tem um cisto na pineal (não esta crescendo), atraso global , dificuldade na codernação fina, é uma criança feliz e amorosa, porém dificilmente obedece, tem mudança de humor, não consegue escolher por ex: um brinquedo para brincar , ele quer todos que estão a sua volta e não aproveita nenhum. Hoje ele passa na Fonaudiologa , faz terapia ocupacional , foi realizados alguns exames e detectou que o colesterol e a amônia do sangue dele esta alto. Não sei o que é isso, estou muito angustiada pois a neuro não esclarece minhas duvidas.Se hoje ele evoluiu foi porque eu corri atrás, pois os medicos não me indicaram nada. A Neuro me pediu para passar em um geneticista para estudar o sistema metabolico dele. Quero e estou disposta a investir em meu filho agora , pois creio que o resultado futuramente sera bom para ele , mas não sei o que fazer ou se estou no caminho certo? Existe algum livro para eu estudar e que irá me ajudar ?Por favor me indiquem! Obrigado!


 

De uma forma geral... o Atraso Global do Desenvolvimento Psicomotor pode ser definido como um atraso significativo em vários domínios do desenvolvimento, nomeadamente ao nível da motricidade fina/grosseira, da linguagem, da cognição, das competências pessoais e sociais, das actividades da vida diária, etc. As suas características são diversas: heterogénea na etiologia e no perfil fenótipico; prevalência desconhecida mas estimada em entre 1 e 3% das crianças com menos de 5 anos de idade; atraso significativo que se situa 2 desvios padrão abaixo da média (dentro da mesma idade) – QI igual ou inferior a 70%.

Ao nível da intervenção, e numa primeira fase, esta deve ser efectuada pelo médico comunitário que acompanha a criança, para posteriormente se estabelecer o diagnóstico de um atraso ao nível do desenvolvimento. Este diagnóstico é difícil de efectuar devido à grande variação que existe nas aquisições entre as crianças ditas “normais”. Este diagnóstico revela-se eficaz se este for resultante da avaliação do desenvolvimento infantil com vigilância contínua, através da monitorização das áreas de desenvolvimento. Ao contrário, não é eficaz se resultar de um procedimento de rastreio, que consiste numa consulta específica, tendo em conta a idade, a evolução do peso, o crescimento, o perímetro craniano, entre outros.

Alguns sinais de alerta: Motricidade grosseira: não rebola, não puxa, não fica de pé, não anda em linha, … Motricidade fina: não segura, não junta as mãos, não faz construções, tem dificuldades de preensão, … Linguagem: não palra, não diz palavras, não constrói frases, não compreende, não fala de um modo inelegível, … Cognição: não procura, não se interessa por jogos, não categoriza semelhanças, não sabe o nome próprio ou apelido, não sabe contar, não sabe as cores ou qualquer letra, … Psicossocial: não ri, não estranha, não se consola nem aceita mimos, agride sem provocação, não brinca com outras crianças, …

Deve existir um esforço no sentido de detectar alterações do desenvolvimento o mais precocemente possível através da - intervenção precoce – apesar da maioria dos problemas cognitivos se detectarem só com a entrada para a escola (dislexia, discalculia, etc.). Esta intervenção auxiliará as crianças e as famílias a encontrarem um equilíbrio justo de expectativas e de estimulação adequada.

 

Aqui ficam alguns links de interesse (artigos e formas de intervenção):

http://edif.blogs.sapo.pt/19654.html

http://www.sitiodosmiudos.pt/sitio.asp

http://www.junior.te.pt/servlets/Jardim?P=Jogos

http://www.asolutionforyou.com/Parking%20Game/scoregame/Game.htm

http://www.coloring.com/pictures/choose.cdc

http://www.domingosnotransito.pt/domingos.htm

http://cantinhodateresa.no.sapo.pt/

http://mocho.pt/cab/

http://nonio.eses.pt/contos/andersen.htm

http://www.meddybemps.com/letterary/guide_and_archives.html

http://www.spotthedifference.com/

http://web.educom.pt/escolovar/mat_2operacoes_descobrre_10numeros.swf

http://jogoseducativos.jogosja.com/

http://www.noddy.com/funtime/index_pt.html

http://www.mathplayground.com/math_manipulatives.html

http://www.cercifaf.org.pt/mosaico.edu/ca/index_ca.htm

http://www.estadinho.com.br/index3.html

http://www.poissonrouge.com/

 

Bom trabalho e não parem de partilhar e de investigar

BEM HAJAM!


 

Formações na Área da Educação Especial

Totalmente à distância (on-line):


2 de Novembro: Dislexia

 

9 de Novembro: A Multideficiência no Contexto Educativo – Comunicação Alternativa para o Aluno Multideficiente

 

16 de Novembro: Hiperactividade

 

23 de Novembro: Autismo – Perda de Contacto com a Realidade Exterior

 

29 de Março: A Importância das Actividades Aquáticas para Crianças e Jovens com Nee

 

Cada acção corresponde a 10 horas de formação.

Para mais informações contacte:

edif@sapo.pt

cerfapie@gmail.com


Apoio On-Line

Autismo

 

Olá, Tenho um filho que vai fazer 3 anos. Foi diagnosticado que tem autismo pelo hospital e num centro de desenvolvimento que tem perturbação especifica da linguagem (PEL). O menino ainda não fala praticamente nada, e não se concentra. também ainda não controla os esfincteres. É normal 2 diagnosticos diferentes? Poderiam me indicar, ou existe nalgum lado para download, actividades que se possam desenvolver com estas crianças com NEE e desta idade? Obrigada, Cumptos.

 

Bomdia, residimos em Lisboa e temos um filho com 8 anos ao qual foi diagnosticado autismo leve. Quando era bébé foi operado aos ouvidos para lhe colocarem uns drenos e simultaneamente esmagaram-lhe os adenoides. Gostava e precisava de saber como poderei ter informação sobre quais as causas desta patologia no meu filho, se o problema dos ouvidos tiveram porventura alguma influência, e possíveis tratamentos. O meu mail é: celestinofarinha@hotmail.com Obrigado pela ajuda.

 

Auxilio na educação de um bebê com 18 meses, com síndrome de autista. Gostaria de saber técnicas para estimular o seu desenvolvimento global, até onde posso ir ou não com esses estímulos para não prejudicar seu desenvolvimento. Obrigada. Fátima

 

Olá, gostei muito das informações contidas neste espaço. Parabéns pela iniciativa. Gostaria de saber se uma criança que apresentou convulsões desde as primeiras semanas do nascimento e que só foi medicada posteriormente ( aos dois meses )pode ter instalado uma doença mental, acompanhada de um autismo posteriormente.
Na verdade a criança sempre apresentou comportamento estranho e somente agora ( 2 anos)foi diagnosticado o autismo . Se possível gostaria de um esclarecimento. Obrigada !

 

ola..meu nome é Luciana.....sou mae de um adolecente que é autista...gostaria muito de corresponder com maes de filhos autistas..pra gente trocar ideias e experiencias..pois to passando uma fase muito dificil..puberdade...por favor se interresarem, entrem no meu email...obrigada..Luciana

 

olá sou mãe da Diana tem espectro de autismo, tem 5 anos,foi uma bebé difícil,entre os 2 aos 3 regrediu, perdeu a pouca linguagem que tinha e todos os seus comportamentos tornaram-se agressivos.mesmo antes do diagnostico começou a ter terapia da fala.agora frequenta o jardim de infância é meiga com os colegas e a tarde tem terapias,psicopedagogia,psicomotricidade, hidroterapia,hipoterapia,terapia da fala.Já adquiriu alguma linguagem já faz pedidos e tem evoluido devagarinho.desejo muita força a nós PAIS .FORÇA.

 

Sou professora de um menino autista. Pela 1ªvez sinto-me perdida nas minhas aulas, pois a escola onde estou é nova e com pouquisimos recursos para este tipo específico de aluno. A minha área é matemática e ciências da natureza e gostava que me indicassem , se possivel algum site e /ou livros que eu pudesse adquirir para conseguir integrar o menino na minha sala de aula. Agradeço desde já a v/atenção.Cumprimentos

 

ola boa tarde dulçe eu chamo-me catia tenho 2 filhos uma menina de 9 anos e um menino de 6 anos o menino é autista foi me dito ah 3 anos mas é muito difiçil e complicado ele anda nas terapias da fala e ocupaçional e na pediatra toma medicaçao o risperdal e o atarax as vexes ele anda calmo brinca ate pareçe que nao ah menino em casa outras vexes bate chora ferra fas muitas birras que me emlouqueçe como poço saber mais em poder ajudar o meu filho ja que tem um filho assim pode me dar allgumas orientaçoes pfvr obrigado bj fica aqui o meu imail catia.abelha@gmail.com

 

Olá Dulce .Sevocê quizer trcor experiências pode me adicionar .Moro em São Luís-MA, e também sou mãe de uma criança autista que está com 4 anos. Amo muito meu filho e a cad dia conseguimos subir mais um degrau de desenvolvimento. Beijos meuemail: liliacampos25@hotmail.com

 

O autismo é uma doença psiquiátrica rara e grave da infância caracterizado por um desenvolvimento intelectual desequilibrado, afectando também a capacidade de socialização. Podemos também caracterizá-lo como uma anormalidade grave que se caracteriza por severos problemas ao nível da comunicação e do comportamento, e por uma grande incapacidade em relacionar-se com as pessoas de uma forma normal. É um distúrbio neurofisiológico e a sua causa é desconhecida. Alguns investigadores atribuem a alterações bioquímicas. Outros associam a distúrbios metabólicos hereditários, encefalites, meningites, rubéola contraída antes do nascimento, ou até a lesões cerebrais. Porém existem bastantes incertezas e dúvidas na relação do Autismo com estas doenças. As pessoas com autismo têm uma grande dificuldade, ou mesmo incapacidade, de comunicar, tanto de forma verbal como não verbal. Muitos dos autistas não têm mesmo linguagem verbal. Noutros casos o uso que fazem da linguagem é muito limitado e desadequado. No que respeita à comunicação não verbal, há uma acentuada incapacidade na sua utilização. Paralelamente, as pessoas com autismo têm uma grande dificuldade na interpretação da linguagem, devido à dificuldade na compreensão da entoação da voz e da mímica dos outros com quem se relacionam. O isolamento social é outra característica do autismo. Outra particularidade comum no autismo é a insistência na repetição. Por isso é que as pessoas com autismo seguem rotinas, por vezes de forma extremamente rígida, ficando muito perturbadas quando qualquer acontecimento impede ou modifica essas rotinas. O balançar do corpo, os gestos e os sons repetitivos são vulgares, sendo mais frequentes em situações de maior ansiedade. A maioria dos autistas tem também deficiência mental, com níveis significativamente baixos de funcionamento intelectual e adaptativo. Cerca de 30% dos autistas pode sofrer também de epilepsia.


1. Artigos:

http://edif.blogs.sapo.pt/21274.html

http://edif.blogs.sapo.pt/21196.html

http://edif.blogs.sapo.pt/37460.html

http://edif.blogs.sapo.pt/34098.html

http://edif.blogs.sapo.pt/28986.html

http://edif.blogs.sapo.pt/32472.html

 

2. Links:

http://www.appda-lisboa.org.pt/federacao/folha_out_b.php (Federação Portuguesa de Autismo)

http://www.anamarisabrito.com/ (Dr.ª Ana Marisa Brito – Psicóloga – Entidade Parceira da apie – Algarve)

www.cnod.rcts.pt (Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes)

http://www.autismo.com.br/ (Autismo Brasil)
www.snripd.pt (Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência)
www.fenacerci.pt (Federação Nac. de Cooperativas de Solidariedade Social)
www.autismeurope.org (Autismo Europa - Bélgica)
www.cadin.net (CADin - Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil)


 3. Hospital Pediátrico de Coimbra

Avenida Bissaya Barreto
3000-076 Coimbra Tel:
Geral: 239480300
Urgências: 239480321
Consultas Externas:

Centro de Desenvolvimento da Criança: 239480601

Especialidades Cirúrgicas: 239480633

Especialidades Médicas: 239480632
Secretaria: 239480310 Fax:
239717216 E-Mail:
correio.hpc@chc.min-saude.pt

 

Qualquer dúvida estamos à vossa disposição!


Apoio On-Line

Vivo nos arredores de Lisboa e sou pai de uma menina, agora com 7 anos, que é portadora da doença de TARGARDT (degeneração da mácula), o que faz com que perca a visão central, doença essa que é actualmente incurável, mesmo no estrangeiro.

Como não é fácil obter informações a nível nacional, resta-me a Internet para adquirir um conhecimento mais profundo que me ajude a lidar com esta doença, pois mesmo em Lisboa a única ajuda que me foi facultada foi de uma associação (mais concretamente a Associação de Retinopatias de Portugal), associação essa que também padece do problema de falta de apoio, pois é uma entidade privada.

O grande objetivo deste email é tentar arranjar maneira de contactar pessoalmente, familiares ou amigos de pessoas que sofram da mesma ou semelhante doença, para fazer um rastreio, com um único pensamento: Difundir e trocar informações acerca desta doença. POR FAVOR divulguem este email pelos vossos contactos e/ou se tiverem conhecimento pessoal de um caso semelhante, agradecia que me contactassem:


rgoncalves@creditoagricola.pt

MUITO E MUITO OBRIGADO
Rui Gonçalves
P.F., não ignorem a mensagem. Ler e reencaminhar não custa nada.
Obrigado.