Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Apoio on line

Paralisia Cerebral

Tenho um filho com pc leve, mas sinto que ele tem dificuldade na escrita e um pouco na aprendizagem, o que fazer para ajudar, como auxiliar em casa e qual metodo usar na escola

 

"a cirurgia ortopédica pode ser também uma opção cortando músculos e tendões contraídos (permitindo a sua distensão) ou unindo determinados ossos (de modo a estabilizar as articulações). Este tipo de cirurgias pode permitir à criança um melhor equilíbrio e andar". gostaria de saber se ela resulta e se pode ser feita com qualquer idade?

 

eu trabalho com um garoto de 7 anos que tem paralisia cerebral, eu sou estagiaria em uma escola. eu queria saber algumas atividades que estimule a fala, o aprendizado das letras, tem algum que eu possa trabalhar com ele ?

 

Olá a todos! Sou estudante de Terapia Ocupacional e de facto com crianças o importante é brincar e dar funcionalidade aos membros. Porquê?! Apesar de ser fundamental o acompanhamento pela fisioterapia, se a criança não perceber para que serve o membro afectado nunca o irá utilizar, ao invés, se tiver de utilizar o membro para alguma actividade (nada melhor que o brincar para as crianças!) vai perceber que o braço, por exemplo, a ajuda a manipular objectos e, assim, vai requisitar o membro mais vezes! Outro aspecto importante nas crianças com PC é que estas, POR VEZES, apresentam hiper ou hiporesponsividade a estímulos. Para quem é hiporesponsivo há que proporcionar uma grande quantidade de estimulos (por exemplo tacteis) para que estes reajam, pelo contrario os hiperresponsivos necessitam de uma baixa quantidade de estimulos e certas texturas podem causar-lhes aversão. Uma forma de, aos hiporesponsivos, dar informação sensorial é colocar pulseiras nos seus braços. Devem ser feitos jogos com diferentes texturas com crianças hipo ou hiperresponsivas (ex: procurar peças de puzzle em caixas com massas, arroz, fazer actividades com algodão, tudo o que os pais se lembrem! terra tb é saudavel! outro aspecto importante é obrigar a criança a utilizar o membro afectado para a actividade (pegar nos objectos), sem esquecer que a criança deve também realizar actividades que requeiram o uso de ambas as mãos. se ambos os braços estiverem afectados, aquele onde o tonus e mais alto (mais 'durinho') deve servir de suporte e o outro para o jogo. coloquem-se do lado mais afectado da criança! peçam q utilize o membro afectado e deem reforço positivo e feedback quando a criança o faz. boa sorte! :)

 

tenho filha com Paralesia cerebral e descobri em Oliveira de Azeméis uma clinica que faz Ozonoterapia, à imagem do que é feito em Cuba. Contacto da clinica 966282406 (Enfª. Anabela)

 

Gostaria de saber onde levou a sua filha, pois também tenho um filho com o mesmo problema e todos as novas informaçóes são bemvindas,

 

Tenho uma filha com 16 meses e tem paralesia cerebral, está muito atrasada no aspecto motor, anda na fisioterapia, terapia ocupacional e Terapia da fala na instituto de paralesia cerebral no lumiar, se alguém me pudesse dar uma sugestão com ajudar a minha filha eu agradeço do fundo do coração...

 

Cara Mónica, Procure um Terapeuta da Fala especializado na área da deglutição. Certamente ajudará! Pondere a ainda a realização de uma gastrostomia para assegurar o nível nutricional da sua menina, para que os défices nutricionais não agravem ainda mais o seu quadro e comprometam o seu desenvolvimento. A realização desta cirurgia deve ser discutida entre a família, o Terapeuta da Fala e o médico.

 

A Paralisia Cerebral é uma doença do foro neurológico que afecta as funções básicas do ser humano (fala, postura, movimento).

Existem vários tipos de Paralisia Cerebral: espástica (em que o movimento é difícil); atetósica (o movimento é descontrolado e involuntário); atáxica (o equilíbrio e a sensibilidade profunda são anormais); mista (uma combinação de vários tipos).

A Paralisia Cerebral é provocada por uma lesão no cérebro e no sistema nervoso ocorrida antes do nascimento; durante o parto ou depois do nascimento (pouco depois do nascimento).

Os sintomas variam consoante a área de extensão da lesão, podendo incluir: tiques; perturbação da marcha; espasmos; convulsões e fraco tónus muscular.

Para além da motricidade, a Paralisia Cerebral também pode afectar a visão, a audição, a inteligência e a fala.

A necessidade de um diagnóstico precoce prende-se com o facto de dar início à terapia o mais cedo possível.

A Paralisia Cerebral pode manifestar-se logo à nascença ou mais tarde. Em caso de suspeita deve-se consultar um neurologista pediátrico a fim de determinar a extensão e localização da lesão cerebral, de forma a colocar de parte outras doenças.

Exames a efectuar: análises de sangue e urina (para eliminar a hipótese de outras doenças que produzam sintomas semelhantes): electroencefalograma (para medir a actividade eléctrica do cérebro); electromiograma (para medir a actividade eléctrica dos músculos); um TAC. (Para detectar alterações cerebrais.

O tratamento deve envolver uma equipa de profissionais ao nível da saúde: Fisioterapeutas; Terapeutas da Fala e Terapeutas Ocupacionais; um Psicólogo; um Ortopedista e um Neurologista.

O diagnóstico e a selecção da paralisia Cerebral estão baseados na suspeita especialmente se houve um risco de ferimento ao cérebro do bebê antes, durante ou depois do nascimento. O Diagnóstico é feito com a ajuda de um paediatrician ou de um especialista na neurologia pediatra.

As etapas no diagnóstico e na detecção de paralisia cerebral incluem:

História Detalhada da revelação da criança. Isto igualmente incluir uma história da hipotensão alta ou, da lesão na cabeça quando no ventre ou de infecções maternas quando grávido. A História em relação aos nascimentos múltiplos, ao baixo peso ao nascimento e à prematuridade é obtida igualmente.

A história Detalhada dos eventos durante e dentro dos primeiros seis meses após o nascimento é importante. Durante o nascimento todas as complicações gostam da ruptura placental, ruptura uterina ou as complicações do cordão umbilical que poderiam conduzir à asfixia ou à privação do oxigênio são gravadas. Mesmo após o nascimento uma história da icterícia e do kernicterus neonatal severos é obtida. Toda A história da meningite ou da encefalite dentro de seis meses após o nascimento é significativa.

A criança é examinada em detalhe. Isto inclui os reflexos da criança, a postura, as habilidades de motor e o tom de músculo. A revelação Intelectual apropriada para a idade, a memória, as habilidades e o discurso cognitivo, a audição e a visão são testados igualmente. Um psicólogo educacional avalia a revelação intelectual da criança.

Os Testes podem ser sugeridos para ordenar para fora tumores cerebrais e a distrofia muscular. A distrofia Muscular é uma condição genética que afeta a revelação dos músculos e pode ser confundida com a paralisia cerebral.

As Análises de sangue são recomendadas. Os testes da imagem lactente de Cérebro incluem um ultra-som craniano. Isto usa ondas sadias para acumular uma imagem dos tecidos de cérebro da criança. Isto pode ajudar a detectar anomalias. Uns testes Mais exactos incluem uma varredura de MRI do cérebro e uma varredura do CT do cérebro. Um MRI usa o rádio e ondas magnéticas para estudar com maiores detalhes o cérebro. A varredura do CT usa a série de Raios X para olhar estruturas do cérebro.

O diagnóstico Confirmado é feito geralmente antes que a criança tiver dois ou três anos velha. O tipo exacto e sua severidade são determinados antes que a criança tiver quatro ou cinco anos velha.

A Paralisia Cerebral não tem cura, o objectivo do tratamento médico é ajudar a criança a conseguir uma maior independência possível.

Alguns exemplos: as convulsões podem ser controladas por medicamentos; o tratamento ortopédico pode incluir talas, canadianas e aparelhos diversos que possam evitar contraturas e outras deformações dos braços e pernas; a cirurgia ortopédica pode ser também uma opção cortando músculos e tendões contraídos (permitindo a sua distensão) ou unindo determinados ossos (de modo a estabilizar as articulações).

Este tipo de cirurgias pode permitir à criança um melhor equilíbrio e andar.

O Processo Ensino-Aprendizagem deve ser organizado e estruturado de forma a privilegiar o desenvolvimento geral da criança ou jovem com Paralisia Cerebral.

Deve existir uma equipa de profissionais que trabalhem no sentido de suprimir as dificuldades da criança ou jovem.

A criança/jovem com paralisia cerebral deve beneficiar de áreas que possibilitem e auxiliem o seu desenvolvimento, tais como:

Terapia da Fala – Para elevar a capacidade de expressão oral e de comunicação.

Terapia Ocupacional – De forma a desenvolver aptidões úteis que lhes permitam desempenhar tarefas de rotina.

Psicomotricidade – Para melhorar a adaptação ao mundo exterior, através do domínio do equilíbrio; controle da inibição voluntária e da responsabilidade; consciência do corpo; eficácia das diversas coordenações globais e segmentárias; organização do esquema corporal; orientação espacial; etc.

Apoio Psicológico – Para acompanhar a criança/jovem durante o Processo Ensino-Aprendizagem ao nível psicológico.

Fisioterapia – Através da utilização do exercício e técnicas de relaxamento; para ensinar a caminhar com o auxílio de canadianas muletas e outros aparelhos (como cadeira de rodas); para auxiliar a rotina diária da criança ou jovem.

Áreas de Expressão – A Dança e Música podem auxiliar as crianças ou jovens a elevarem a sua coordenação, desenvolverem o tónus e força muscular, autoconfiança, etc. As actividades de Expressão Plástica, como a Pintura podem ajudar no desenvolvimento da motricidade, comunicação, etc.

Actividades Aquáticas – O contacto com a água ou realização de exercícios dentro de água auxiliam um melhor funcionamento do sistema circulatório, respiratório, fortalecimento dos músculos, aumento do equilíbrio, relaxamento muscular, diminuição de espasmos, aumento da amplitude de movimentos, etc.

Massagens – Aliviam espasmos e reduzem contracções musculares.

Informática – A utilização do computador pode ajudar ao nível da comunicação, assim como ao nível da motricidade fina.

Actividades da Vida Diária – Para trabalhar a higiene, segurança, entre outros.

A criança ou jovem com Paralisia Cerebral pode estar integrada no Ensino Regular ou Especial. Contudo, a criança/jovem deve beneficiar numa primeira instância de uma Estimulação Global e só posteriormente de uma Iniciação Académica.

O trabalho realizado pelos técnicos (Professor, Educadora, Psicóloga, Terapeutas, etc.), assim como a inter-acção de todas as áreas acima mencionadas deverão procurar elevar o nível Cognitivo; Autonomia Pessoal e Social; Comunicação; Psicomotor; Sócio-Afectivo; assim como desenvolver a áreaSensorial-Perceptiva.

 

Ligações de interesse:

http://www.appc.pt/

http://www.cpcbeja.org/

http://www.apcl.org.pt/

http://www.fappc.pt/

http://www.appcleiria.pt/

http://edif.blogs.sapo.pt/

http://forma.comunidades.net/

http://www.appc.pt/seminario_appc_2013/inscriSeminarioFICHA.html

http://tratamentocomcelulastronco.com/index.php/en/problemas-trataveis/paralisia-cerebral?gclid=CJ7ijJrn0bwCFUoOwwodghYAdQ

http://www.news-medical.net/health/Cerebral-Palsy-Treatment-%28Portuguese%29.aspx

http://www.cordcell.com.br/artigos/primeiro-sucesso-tratamento-paralisia-cerebral-pediatrica-sangue-cordao-umbilical

http://saude.hsw.uol.com.br/paralisia-do-cerebro3.htm

http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/menino-de-dois-anos-curado-de-paralisia-cerebral-com-celulas-tronco-8498805.html

http://edif.blogs.sapo.pt/10120.html

http://www.sitiodosmiudos.pt/sitio.asp

http://www.junior.te.pt/servlets/Jardim?P=Jogos

http://www.asolutionforyou.com/Parking%20Game/scoregame/Game.htm

http://www.coloring.com/pictures/choose.cdc

http://www.domingosnotransito.pt/domingos.htm

http://cantinhodateresa.no.sapo.pt/

http://mocho.pt/cab/

http://nonio.eses.pt/contos/andersen.htm

http://www.meddybemps.com/letterary/guide_and_archives.html

http://www.spotthedifference.com/

http://web.educom.pt/escolovar/mat_2operacoes_descobrre_10numeros.swf

http://jogoseducativos.jogosja.com/

http://www.noddy.com/funtime/index_pt.html

http://www.mathplayground.com/math_manipulatives.html

http://www.cercifaf.org.pt/mosaico.edu/ca/index_ca.htm

http://www.estadinho.com.br/index3.html

http://www.poissonrouge.com/

 

António Pedro Santos