Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

EDUCAÇÃO DIFERENTE - Gabinete de Apoio e de Intervenção

EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E DEFICIÊNCIA

EDUCAÇÃO DIFERENTE - Gabinete de Apoio e de Intervenção

EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E DEFICIÊNCIA

Apoio On-Line

Autismo

 

Olá, Tenho um filho que vai fazer 3 anos. Foi diagnosticado que tem autismo pelo hospital e num centro de desenvolvimento que tem perturbação especifica da linguagem (PEL). O menino ainda não fala praticamente nada, e não se concentra. também ainda não controla os esfincteres. É normal 2 diagnosticos diferentes? Poderiam me indicar, ou existe nalgum lado para download, actividades que se possam desenvolver com estas crianças com NEE e desta idade? Obrigada, Cumptos.

 

Bomdia, residimos em Lisboa e temos um filho com 8 anos ao qual foi diagnosticado autismo leve. Quando era bébé foi operado aos ouvidos para lhe colocarem uns drenos e simultaneamente esmagaram-lhe os adenoides. Gostava e precisava de saber como poderei ter informação sobre quais as causas desta patologia no meu filho, se o problema dos ouvidos tiveram porventura alguma influência, e possíveis tratamentos. O meu mail é: celestinofarinha@hotmail.com Obrigado pela ajuda.

 

Auxilio na educação de um bebê com 18 meses, com síndrome de autista. Gostaria de saber técnicas para estimular o seu desenvolvimento global, até onde posso ir ou não com esses estímulos para não prejudicar seu desenvolvimento. Obrigada. Fátima

 

Olá, gostei muito das informações contidas neste espaço. Parabéns pela iniciativa. Gostaria de saber se uma criança que apresentou convulsões desde as primeiras semanas do nascimento e que só foi medicada posteriormente ( aos dois meses )pode ter instalado uma doença mental, acompanhada de um autismo posteriormente.
Na verdade a criança sempre apresentou comportamento estranho e somente agora ( 2 anos)foi diagnosticado o autismo . Se possível gostaria de um esclarecimento. Obrigada !

 

ola..meu nome é Luciana.....sou mae de um adolecente que é autista...gostaria muito de corresponder com maes de filhos autistas..pra gente trocar ideias e experiencias..pois to passando uma fase muito dificil..puberdade...por favor se interresarem, entrem no meu email...obrigada..Luciana

 

olá sou mãe da Diana tem espectro de autismo, tem 5 anos,foi uma bebé difícil,entre os 2 aos 3 regrediu, perdeu a pouca linguagem que tinha e todos os seus comportamentos tornaram-se agressivos.mesmo antes do diagnostico começou a ter terapia da fala.agora frequenta o jardim de infância é meiga com os colegas e a tarde tem terapias,psicopedagogia,psicomotricidade, hidroterapia,hipoterapia,terapia da fala.Já adquiriu alguma linguagem já faz pedidos e tem evoluido devagarinho.desejo muita força a nós PAIS .FORÇA.

 

Sou professora de um menino autista. Pela 1ªvez sinto-me perdida nas minhas aulas, pois a escola onde estou é nova e com pouquisimos recursos para este tipo específico de aluno. A minha área é matemática e ciências da natureza e gostava que me indicassem , se possivel algum site e /ou livros que eu pudesse adquirir para conseguir integrar o menino na minha sala de aula. Agradeço desde já a v/atenção.Cumprimentos

 

ola boa tarde dulçe eu chamo-me catia tenho 2 filhos uma menina de 9 anos e um menino de 6 anos o menino é autista foi me dito ah 3 anos mas é muito difiçil e complicado ele anda nas terapias da fala e ocupaçional e na pediatra toma medicaçao o risperdal e o atarax as vexes ele anda calmo brinca ate pareçe que nao ah menino em casa outras vexes bate chora ferra fas muitas birras que me emlouqueçe como poço saber mais em poder ajudar o meu filho ja que tem um filho assim pode me dar allgumas orientaçoes pfvr obrigado bj fica aqui o meu imail catia.abelha@gmail.com

 

Olá Dulce .Sevocê quizer trcor experiências pode me adicionar .Moro em São Luís-MA, e também sou mãe de uma criança autista que está com 4 anos. Amo muito meu filho e a cad dia conseguimos subir mais um degrau de desenvolvimento. Beijos meuemail: liliacampos25@hotmail.com

 

O autismo é uma doença psiquiátrica rara e grave da infância caracterizado por um desenvolvimento intelectual desequilibrado, afectando também a capacidade de socialização. Podemos também caracterizá-lo como uma anormalidade grave que se caracteriza por severos problemas ao nível da comunicação e do comportamento, e por uma grande incapacidade em relacionar-se com as pessoas de uma forma normal. É um distúrbio neurofisiológico e a sua causa é desconhecida. Alguns investigadores atribuem a alterações bioquímicas. Outros associam a distúrbios metabólicos hereditários, encefalites, meningites, rubéola contraída antes do nascimento, ou até a lesões cerebrais. Porém existem bastantes incertezas e dúvidas na relação do Autismo com estas doenças. As pessoas com autismo têm uma grande dificuldade, ou mesmo incapacidade, de comunicar, tanto de forma verbal como não verbal. Muitos dos autistas não têm mesmo linguagem verbal. Noutros casos o uso que fazem da linguagem é muito limitado e desadequado. No que respeita à comunicação não verbal, há uma acentuada incapacidade na sua utilização. Paralelamente, as pessoas com autismo têm uma grande dificuldade na interpretação da linguagem, devido à dificuldade na compreensão da entoação da voz e da mímica dos outros com quem se relacionam. O isolamento social é outra característica do autismo. Outra particularidade comum no autismo é a insistência na repetição. Por isso é que as pessoas com autismo seguem rotinas, por vezes de forma extremamente rígida, ficando muito perturbadas quando qualquer acontecimento impede ou modifica essas rotinas. O balançar do corpo, os gestos e os sons repetitivos são vulgares, sendo mais frequentes em situações de maior ansiedade. A maioria dos autistas tem também deficiência mental, com níveis significativamente baixos de funcionamento intelectual e adaptativo. Cerca de 30% dos autistas pode sofrer também de epilepsia.


1. Artigos:

http://edif.blogs.sapo.pt/21274.html

http://edif.blogs.sapo.pt/21196.html

http://edif.blogs.sapo.pt/37460.html

http://edif.blogs.sapo.pt/34098.html

http://edif.blogs.sapo.pt/28986.html

http://edif.blogs.sapo.pt/32472.html

 

2. Links:

http://www.appda-lisboa.org.pt/federacao/folha_out_b.php (Federação Portuguesa de Autismo)

http://www.anamarisabrito.com/ (Dr.ª Ana Marisa Brito – Psicóloga – Entidade Parceira da apie – Algarve)

www.cnod.rcts.pt (Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes)

http://www.autismo.com.br/ (Autismo Brasil)
www.snripd.pt (Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência)
www.fenacerci.pt (Federação Nac. de Cooperativas de Solidariedade Social)
www.autismeurope.org (Autismo Europa - Bélgica)
www.cadin.net (CADin - Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil)


 3. Hospital Pediátrico de Coimbra

Avenida Bissaya Barreto
3000-076 Coimbra Tel:
Geral: 239480300
Urgências: 239480321
Consultas Externas:

Centro de Desenvolvimento da Criança: 239480601

Especialidades Cirúrgicas: 239480633

Especialidades Médicas: 239480632
Secretaria: 239480310 Fax:
239717216 E-Mail:
correio.hpc@chc.min-saude.pt

 

Qualquer dúvida estamos à vossa disposição!


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.