Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

GAI - Gabinete de Apoio e de Intervenção

Projecto da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional - Para esclarecer, sensibilizar e intervir.

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educação especial e inclusiva: Mudanças para a escola e sociedade

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Educacao Especial E Inclusao Educacional

Divulgação - CEDEMA

 

A CEDEMA – Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Mentais Adultos, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, de utilidade pública, com sede na Ameixoeira, na Freguesia de Santa Clara, em Lisboa.

Em 16 de Fevereiro de 1982, um grupo de pais ao ver-se envelhecer e sem respostas para os seus filhos portadores de deficiência mental, criou a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Mentais Adultos e Profundos – Cedema com a missão de construir um lar onde ficassem os seus filhos após o seu desaparecimento ou incapacidade, sendo este o objetivo único consignado nos estatutos.

Deste grupo de fundadores, destacam-se as mães Isabel Pombeiro e Rosa Reis, pelo seu papel ativo junto da C.M.L. para a cedência de um terreno para a construção do lar. Diligências que culminaram com o despacho favorável do então Presidente da Câmara, Eng.º Nuno Kruz Abecassis.

Por sugestão da Segurança Social, foi estabelecida uma parceria com a APPACDM para a construção do “ Lar das Pedralvas”, destinada a 24 utentes, 12 para cada Associação e cuja inauguração teve lugar em 1994.

Com este objetivo cumprido que assegurava o futuro dos filhos respetivos, o grupo de fundadores desmobilizou, correndo a Cedema o sério risco de extinção.

Em 1993 com a tomada de posse de novos Órgãos Sociais, a Direção, presidida por Maria Antónia Machado, assumiu a tarefa de revitalizar a Instituição face às crescentes necessidades de novas famílias e às insuficientes respostas sociais, tendo iniciado o processo de reformulação e reorganização da Cedema, com a alteração dos estatutos, de forma a permitir uma intervenção e iniciativa social mais abrangente, com a criação de valências, até aí vedada estatutariamente.

Nestes novos estatutos procedeu-se à alteração do nome, passando a designar-se “CEDEMA – Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Mentais Adultos”.

Em 1999, após a aquisição de um espaço na Av. Mouzinho de Albuquerque, instalou aí a sua Sede e posteriormente, em 2000, o seu 1º Centro de Atividades Ocupacionais para 8 utentes. Até então tinha utilizado como Sede, a residência de alguns Associados, espaços cedidos ou arrendados.

Em 2005, transferiu o CAO – Centro de Atividades Ocupacionais “Vida Viva” da Av. Mouzinho de Albuquerque para a Ameixoeira, atualmente frequentado por 40 utentes.

No ano seguinte, abriu o Lar “Vida Viva”, para 6 utentes, ambas as valências instaladas em espaços-loja, cedidos em tosco, pelo Município de Lisboa, na Ameixoeira, atual Freguesia de Santa Clara, em Lisboa.

Em 2009, depois de cedência pela CML de um outro espaço-loja a CEDEMA muda também para ali a sua sede, para otimização dos seus recursos.

Procurando seguir com a sua missão, de criação de lares, a Direção continuou com inúmeras diligências junto de diversas autarquias tendo finamente conseguido a cedência de dois terrenos em Odivelas.

Aquando do 23º Aniversário, em Junho de 2005, no Casino do Estoril, realizou-se a apresentação pública da maqueta de arquitetura do projeto “Telhadinho da CEDEMA”, iniciando-se a campanha de angariação de fundos. Seis anos depois, teve início a construção do novo Equipamento, em Famões, num dos dois terrenos cedidos pelo Município de Odivelas.

Em Março de 2014, o Equipamento Social “Telhadinho ” abriu as suas portas para acolher um total de 34 utentes, dos quais 24 em lar e 10 em residências autónomas. Este equipamento comporta as respetivas salas de atividades, reabilitação, relaxamento, Snoezelen e formação/sensibilização nas áreas de lavandaria, jardinagem e restauração.

A última década foi de ouro para a CEDEMA, porque realizou o sonho de muitas famílias, ao garantir o futuro dos seus filhos. Hoje, vive-se uma realidade mais inclusiva e justa.

Tudo isto foi possível pelo generoso contributo dos milhares de Amigos da CEDEMA.

A CEDEMA é Membro Honorário da Ordem do Mérito
Agraciada pelo Presidente da República, no dia 10 de Junho de 2008, em Viana do Castelo

http://cedema.org.pt/